O efeito Nubank


O que te faz mais feliz em uma experiência como cliente?

Se você já passou por qualquer tipo de situação em que precisou interagir com algum fornecedor por qualquer motivo, sabe que a resposta de 99,9% das pessoas é: satisfação com a marca e bom atendimento, mesmo que você não tenha contato direto com o produto!

Pois hoje eu tive uma experiência dessas que merece ser compartilhada.

Tudo começou em Setembro de 2015, quando recebi a indicação de uma amiga para fazer o meu Nubank (e antes de continuarmos vale um parênteses para explicar que não sou uma pessoa adepta ao crédito. Sou super controlada financeiramente e tenho dois cartões porque ninguém pode negar as facilidades que eles no trazem nas compras parceladas, viagens e web. Mas um deles tem zero tarifas e o outro ainda tem as tarifas diferenciadas de cartão universitário feito há quase 10 anos. Ou seja, não sou um ativo relevante no faturamento das operadoras de cartão de crédito).

Enfim. Entendi melhor o que era o tal Nubank, fiz minha inscrição e alguns dias depois ele estava na porta da minha casa me dando oi, com seu visual simpático e toda a praticidade prometida. De lá para cá quatro meses se passaram, alguns emails de orientação e feliz natal foram recebidos e eu nunca - NUNCA! - usei o tal roxinho que me acompanha na carteira. Nem sei porque.... Talvez simples força do hábito de utilizar os antigos, mas sem qualquer preconceito ou causa justificada.

Aí hoje recebo um email com o título "Precisamos da sua ajuda para tirar uma novidade do papel!". Pesquisa, pensei... Agora atire a primeira pedra aquele que nunca pensou no primeiro segundo em selecionar o email e clicar em "excluir". sim, eu pensei... Mas eu trabalho com Marketing E quem trabalha com marketing faz pesquisa e sabe o quanto vale uma resposta sincera. Mais do que isso, sabe o quanto aquela resposta pode te ajudar a ter uma experiência melhor com a marca. E abri o email, cliquei no link que estimava dois minutos para completar o questionário e comecei a responder a pesquisa.

Deu pra notar que se tratava de uma pesquisa sobre Programa de Recompensa (ou Reward - como os cartões preferem chamar) que poderia ganhar forma através do levantamento. E sabe o que aconteceu com meu cérebro nessa hora? Ativou rapidinho! Lembra daquele cartão que eu tenho e não pago tarifas? Pois então, quando você não paga tarifas, não tem programa de recompensa.... Aí adeus milhas e todas as vantagens. O outro, que pago tarifa diferenciada, só me oferece um programa de troca de pontos por brindes. Não que eu possa reclamar, pois já peguei ótimos itens nas trocas de pontos, mas todo mundo deseja o que hoje em dia??? Milhas!!! E nada de milhas pra mim então.

Mas o questionário do Nubank... Ah, esse me fez abrir um sorriso enorme... Entre as opções, hipóteses sobre bonificações adicionais sem desconto de pontos para os membros do programa e ainda possibilidade de focar pontuação em... viagens!!! (Brilho intenso nos olhos)

Ninguém falava nada sobre tarifas para o Programa de Pontos, o que vai ter ou não... Era apenas um levantamento para a marca elaborar um programa dentro dos desejos de seus clientes. Talvez até tenha custo, mas o fato é: me fez responder a pesquisa e terminá-la com boas expectativas, já curiosa para saber o que vem por aí.

Eu chamei isso de "o efeito Nubank".

Quem acompanhou um pouco da história da startup sabe que, assim como o objetivo maior de qualquer startup, esses caras estão preocupados em proporcionar F-A-C-I-L-I-D-A-D-E e C-U-S-T-O Z-E-R-O. Tudo aquilo que seu banco não te dá. Ok, seu gerente pode ser o cara mais pró ativo, atencioso e camarada do mundo, mas o banco não deixa de cobrar tarifas por isso e nem diminui a burocracia (se diminui, acredite, não é o banco e sim o seu gerente que é muuuuito legal e torna o processo mais amigável, tanto que você nem percebe que foi, de novo, vítima da burocracia).

Por trás de toda essa história tem um milhão de estratégias que você pode não imaginar e um bando de caras pensando incansavelmente pra fazer a diferença na sua vida sem que você nem perceba. É quase ingrato. Mas a cada vez que alguém termina de ler o email deles e tem essa sensação, a chance de usar mais o cartão é enorme.

O que vem por aí no Programa de Rewards do Nubank? Não sei. Se vamos ficar satisfeitos? Também não sei. Mas o que eu sei é que saí de uma experiência de pesquisa satisfeita e feliz, e isso é o maior valor agregado que uma marca pode conquistar. Acho até que vou usar meu Nubank pela primeira vez amanhã pra ver qual é que é...

E você não faz ideia de quantas marcas no mundo investem muita grana, tempo e recurso em tentar causar esse mesmo efeito. Mas poucas, de fato, o conseguem realizar com proeza, enquanto eles conseguiram isso com um formulário web a custo quase zero (sem levar em conta pessoas envolvidas no processo e ferramental).

Sabe qual é a diferença? Foco no cliente!

Eles não estão fechados numa sala tentando elaborar o melhor programa de recompensa de todos os tempos. Eles querem ouvir o que você, cliente, tem para dizer. Eles querem fazer o que você gostaria de ter em mãos. E isso é o grande segredo para o sucesso de uma empresa - seja ela uma startup ou não.

Passamos tanto tempo tentando elencar diferenciais e criando produtos/serviços mirabolantes que esquecemos do principal: o job to be done. O que vai resolver a necessidade do nosso cliente? É só isso que temos que fazer, e da maneira mais simples e descomplicada possível.

Eles causaram impacto, ganharam uma lembrança de marca e, de quebra, uma expressão (poderia ser "o efeito Mcdonalds" ou "o efeito Channel", mas agora pra mim sempre será a referência de "o efeito Nubank" - simplicidade e facilidade com foco no cliente). E me fizeram ter vontade, pela primeira vez, de usar seu produto.

E você, já pensou no seu cliente hoje?

Você já elaborou alguma estratégia simples que gerou o mesmo efeito? Ou tem alguma experiência parecida para compartilhar? Conta pra gente aí nos comentários!

#empreendedorismo #branding

© Letícia Spinardi

  • LinkedIn - White Circle
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle
  • Google+ - White Circle
  • Blogger - White Circle